Você tem coragem de praticar o Kimodameshi?

Já ouviu falar no termo Kimodameshi (肝試し)? Literalmente a palavra kimo (肝), refere-se ao fígado, enquanto dameshi (試 し) significa “teste”. Portanto, “Teste do Fígado”. Mas também pode ser traduzido livremente como “Teste de Coragem”. No Japão, é comum associar “fígado” com “coragem”. Existe até uma expressão popular: “Kimo ga suwaru”, que significa algo como “sentar-se em seu fígado”. Ou seja, se mostrar corajoso ou auto-confiante para realizar determinada ação.

Kimodeshi é uma “brincadeira” realizada por muitos jovens japoneses durante o verão, especialmente durante o festival de Obon no mês de agosto. Acredita-se que durante o festival, os espíritos dos antepassados retornam a este mundo, a fim de visitar seus amigos e seus entes queridos.

Para praticar o Kimodameshi é muito simples. Os participantes lançam um desafio: Visitam um local que seja conhecido por ocorrer aparições de fantasmas, poltergeists ou qualquer tipo de evento paranormal e ganha quem permanecer lá por mais tempo. Simples não é mesmo? 😉

A História do Kimodameshi

Você tem coragem de praticar o Kimodameshi? Fonte da imagem: seiga.nicovideo.jp

Acredita-se que existam duas possibilidades para o surgimento do Kimodameshi. A primeira é que teria surgido no final do período Heian, durante o reinado do Imperador Shirakawa (1073-1087) por causa de um livro chamado “O-kagami” (大 鏡; “Grande espelho”), escrito por um autor desconhecido.

O livro conta a história dos três filhos de Fujiwara Kaneie. Durante a madrugada, por volta das três horas da manhã, conhecido por muitos como a “Hora do Demônio” por ser supostamente o horário em que ocorre a abertura de portais espirituais, os filhos resolveram apostar qual deles teria coragem de ir até uma casa próxima, conhecida na região por ser a casa de um oni (demônio).

Apenas o filho que era o líder da escola de artes marciais foi corajoso o suficiente para enfrentar o desafio, e como prova de sua coragem, ele cortou uma lasca da madeira da parede da casa afim de mostrar para os seus irmãos e para que acreditassem no seu ato de coragem.

Se essa história é verdade ou se apenas trata-se de uma lenda, não se sabe ao certo, mas dizem que esta prática também pode ter sido criada pelos samurais como uma maneira de treinar seus filhos contra o medo. Durante o período Edo, também era comum a classe samurai participar de uma brincadeira chamada “Hyaku monogatari kaidankai” (百物語怪談会, cem histórias de fantasmas).

Eles se reuniam em uma sala e cada um contava uma história de fantasmas ou de terror que supostamente teria acontecido de verdade. Um dos contos mais antigos de “Hyaku monogatari kaidankai” que se tem notícia é o Tonoigusa escrito por Ogita Ansei em 1660.

Como o Kimodameshi é praticado hoje em dia?

Não existem regras pré-definidas para a prática do kimodameshi. Além disso, existem muitas variações dessa brincadeira conforme a região do país. A brincadeira pode ser feita de improviso, com apenas alguns amigos desafiando-se para irem a um lugar assustador ou assombrado, como também pode ser um evento organizado, com regras pré-estabelecidas e com muitos participantes.

Muitos japoneses tem sua experiência Kimodameshi em acampamentos ou durante os festivais escolares. Em algumas ocasiões, professores e voluntários se vestem com trajes de fantasmas e se escondem com o objetivo de assustar as crianças. Também podem ser colocados crânios e outros objetos assustadores em locais estratégicos a fim de proporcionar bons sustos na garotada.

kimodameshi (seiga.nicovideo.jp) Você tem coragem de praticar o Kimodameshi?Fonte da imagem: seiga.nicovideo.jp

Mas em sua versão original, um grupo escolhe um local que inspire muito medo. Pode ser uma casa assombrada, um cemitério, um túnel, um santuário, um parque ou edifício abandonado ou um dos locais conhecidos como pontos Shinrei. O desafio pode ser individual ou em duplas.

Eles vão para o local escolhido à noite, para garantir que todos sintam medo. Objetos podem ser deixados em vários locais durante o dia para que os participantes peguem durante a noite. Seria uma prova de que passaram por estes locais que previamente foram combinados por todo o grupo.

Durante o verão também é comum alguns programas da TV japonesa mostrarem celebridades visitando uma casa assombrada ou algum local famoso para a prática do kimodameshi. Você também deve ter visto algo relacionado em filmes (Noroi, O Grito, Contos de Terror de Tóquio), mangás (Ouran High School Host Club, Love Hina) e em animes (Cardcaptor Sakura, Yamishibai) …

Porém, muita calma nessa hora…

Apesar de ser uma atividade popular entre os japoneses, o kimodameshi pode ter consequências não muito boas. Entrar em casas e prédios mesmo que abandonados, pode acarretar em prisão, pois trata-se de invasão a um domicílio alheio. Além disso, entrar em túneis longos e escuros pode ser perigoso pois um carro pode, de uma hora pra outra, vir a toda velocidade e acabar machucando alguém.

Também é importante que o grupo escolha um local que atenda às normas de segurança para que essa simples brincadeira não acabe terminando mal. Mas apesar desses detalhes, o kimodameshi é uma prática considerada divertida por muitos, apesar do medo gerado pela situação em si.

E você? Já participou de algo do tipo? Conte-nos sua experiência!

 

Japão em Foco

See You Space Cowboy...

Thay

Sou Otaku por causa de Dragon Ball. Cresci lendo mangás e assistindo animes, e por isso sou apaixonada pela cultura do Japão. Sou Otaku e meu melhor amigo é o Gohan! Prazer! 信

Deixe um comentário!