Contos literários japoneses – Aoi Bungaku Series

Indicação de um anime seinen super culto (ou será que não?)

Olá pessoal, estavam com saudades da Tia Naka? Bem, hoje o post é mais para quem gosta de literatura e quem se deu bem em literatura na sua época colegial, mas se tu é um tapado em busca de cultura, também serve… São cinco historinhas contidas nesse anime que foram escritas no Japão antigo por grandes e marcantes autores de hoje em dia o qual quase todos morreram (suicídio). A profissão: escritor, era a mesma coisa que degradação (entrando um pouco na história), mas se você quiser saber mais da história, dê um Google aí!


Aoi Bungaku Series

Contos literários japoneses - Aoi Bungaku Series

A série é composta por seis adaptações de clássicos modernos da literatura japonesa: Osamu Dazai Não é Mais Humano (Ningen Shikaku) & Corra, Melos! (Hashire, Melos!), O Coração de Natsume Soseki (Kokoro Natsume Soseki), A Tela do Inferno de Ryunosuke Akutagawa (Jigoku Hen) & A Teia de Aranha (Kumo no Ito), e Ango Sakaguchi na Floresta Sob as Quedas de Flores das Cerejas (Sakura no Mori no Mankai no Shita).


Ser escritor no Japão Antigo era a mesma coisa que degradação… Resultado? Tudo isso aqui:

Contos literários japoneses - Aoi Bungaku Series

Primeiramente o ningen shikkaku ou ser humano reprovado! Essa é aquela historinha que você já pega no ar que o autor dela é uma pessoa louca e doente (ele se suicidou, literalmente com a namorada dele). O protagonista é um homem que falha em se suicidar com a namorada dele e vive arrependimentos por não ter ido junto (na hora ele não teve coragem de pular da altura junto), o final ele não tem coragem de se matar. Não é spoiler na cara dura, pois desde o começo o autor quer que o espectador ria da cara do protagonista e que pensemos: ele é horrível, uma depravação e daí que veio o nome: humano reprovado!

A segunda historinha é sakura no mori no mankai no shita o que quer dizer: Debaixo das flores da floresta de cerejeiras (isso mesmo). Explicando grosseimente, é sobre demônios, romance, egoísmo, não confie em alguém desconhecido que acabou de encontrar, etc… (não me aprofundarei mais, vai ficar enorme o parágrafo!). A terceira historinha é Kokoro ou Coração. É um conto romântico do Japão antigo, bem depressivo, aliás. Hashire Melos ou Corra Melos é uma história de superação e salvação! Essa é a única feliz (palavrinha da Tia Naka: eu acho), ela é uma alternação da vida real do protagonista e seu amigo doente e a história que ele escreve. Basicamente ele salva seu amigo e nos traz ensinamentos como: Nunca desista, corra, lute.

Kumo no ito ou teia de aranha, é um ladrão que morre e vai para o inferno e falha em ir ao paraíso. Essa é aquelas histórias que não nos traz nenhum ensinamento nem reflexão, mas de algum modo nos deixa cativos e não conseguimos desviar o olhar. Bom, não é estranho que algum de vocês veja o anime e comece a odiar ou pense: isso é tão estranho e doentio que não vale a pena assistir, até porque os próprios escritores são piradinhos. Mas é isso, com certeza não são obras para todos, mas quem se identifica vá ao psiquiatra, esse post é para você mesmo!


Por um olhar degradante…

Contos literários japoneses - Aoi Bungaku Series

Sou uma falha que almeja reconhecimento…

Contos literários japoneses - Aoi Bungaku Series

“Somos todos iguais” Isso não se aplica a mim…

Contos literários japoneses - Aoi Bungaku Series

Gostou do post? Então vai gostar ainda mais dos posts futuros. Curta a page OtakuBFX no Facebook. Curtindo você fica por dentro das novidades!
Tia Naka

Tia Naka

Blogueira dessa bagaça: Tia das Galáxias
Olá você! Gosto muito de aventura, doces e canibal corpse... Não lembro qual foi meu primeiro anime nem quantos anos eu tinha, mas cresci ao lado da cultura oriental. Gosto muito de maquiagem e claro, cosplay. Meus gostos e estilos são um pouco peculiares ( ͡° ͜ʖ ͡°) Prazer õ/
Tia Naka

Autor diz: Desculpem o parágrafo gigante aqui, mas eu tinha que dar uma breve explicação se não vocês estariam perdidos...