Como se apaixonar duas vezes – Ao Haru Ride

Vamos a mais uma indicação e dessa vez um anime shoujo bem dramático. Antes de tudo, já peço encarecidamente não julgar esse anime, não pense que é mais um daqueles “mela-mela” de casaizinhos e tudo mais, mas muito pelo contrário, é um anime que te faz lembrar como o amor na adolescência pode ser cruel (por essa você não esperava)! Bem, vamos aos porquês depois da sinopse. Ah, esse é meu primeiro post aqui, espero que goste!


Ao Haru Ride

Como se apaixonar duas vezes - Ao Haru Ride

Como se apaixonar duas vezes - Ao Haru Ride

O anime conta a história de Futaba Yoshioka. No ensino fundamental, Yoshioka não tinha nenhuma amiga, porque muitos garotos gostavam dela. No entanto, o único por quem era apaixonada, Kou Tanaka, afastou-se dela, antes que ela pudesse confessar seus sentimentos. Agora no colegial, Yoshioka está determinada a ser indelicada e grossa com os garotos, para que suas novas amigas não sintam ciúmes dela. Ela estava feliz com sua vida, até reencontrar Tanaka.


Amor e amizades continuam iguais, mesmo sendo uma história de mudanças

Como se apaixonar duas vezes - Ao Haru Ride

O lado bom desse anime é que não foca somente no “romance” do casal, mas também a interação deles com seus novos amigos: Murao Shuko, uma garota “caladona” que possui uma paixão proibida por um certo professor (quem nunca, né?! ). Aya Kominato, aquela pessoa que só fala besteira e diverte todo o grupo (já teve um amigo assim? Eu não, porque eu sou essa pessoa hahaha). Yuri Makita, uma garota toda meiga, assim como Futaba era, que é bem vista pelos garotos e acaba sozinha por conta das recalcadas (você vai pegar raiva da Yuri em um certo episódio, vai por mim). O anime trabalha bem a interação desses personagens, mas sem tirar o brilho dos principais.

Agora vamos falar dos principais. Resumidamente, Futaba era apaixonada por Kou Tanaka e ele por ela, mas houve um mal entendido e eles se afastaram (quem nunca, de novo?!). Um dia os dois se reencontram e Kou agora passa a se chamar Kou Mabuchi, o porquê? Kou trata Futaba e todos os outros de forma rude (um verdadeiro mala), diferente do menino doce que ele era. Futaba então passa a investigar (LITERALMENTE, que perseguição) e acaba por descobrir os motivos que fizeram Kou tornar-se frio a ponto de mudar o próprio nome (quando isso acontece até você o compreende e pensa que faria o mesmo) e mais que isso, ela descobre que ainda está apaixonada, e melhor, pelo novo Kou.

Quem nunca se apaixonou e por fim ficou paranoico querendo respostas, pelo simples motivo da pessoa amada ter mudado drasticamente? Quem nunca teve que recomeçar? Quem nunca precisou ouvir uma simples frase para ter um novo motivo para viver? É assim que eu definiria Ao Haru Ride, um anime que te faz pensar nos porquês da vida, nas atitudes que tomamos e quem somos de verdade. É isso, ASSISTAM ESSE ANIME!


Não importa o quanto mude…

Como se apaixonar duas vezes - Ao Haru Ride

Me apaixono por todos os seus…

Como se apaixonar duas vezes - Ao Haru Ride

Você de hoje, você de manhã, sempre…

Como se apaixonar duas vezes - Ao Haru Ride

Deixe um comentário!