3 Pontos chatos sobre CG em animes (computação gráfica)

Quando me refiro a CG, me refiro a computação gráfica, mas não num geral. A computação gráfica está em qualquer anime, seja para facilitar o processo de animação, assim demandando pouca mão de obra, tempo e dinheiro. A “computação gráfica” que me refiro é aqueles bonecos 3D super toscos mal mesclados no ambiente do anime, que parecem mais robôs do que personagens. O que me fez criar esse post foi minha experiência com a segunda temporada de Attack on Titan… O titã colossal parece mais um boneco de olinda (o anime tá lindo, só encontrei esse defeito, entenda isso)… Cadê aquela arte feita na raça? Cadê aquelas lindas imagens estáticas que juntas formam uma cena linda em movimento? Cadê?


3. É impossível se acostumar, a estranheza impera (o anime parece mais uma cutscene longa e dividida em partes…)

3 Pontos chatos sobre CG em animes (computação gráfica)

Né? Não vou descer o pau nos animes, só vou desabafar um pouco, só isso… É sério, sabe aqueles games que você passa mais horas assistindo do que jogando? Então, é do tipo de game que foca na história e desenvolvimento dos personagens, tipo animes que abusam da computação gráfica… Até entendo que essa prática seja para cortar custos, mas lembre-se, eu só estou desabafando, nada contra (só um pouquinho).


2. De vez em quando acontece a mudança do 2D para o 3D, ou vice versa, assim dando um nó na mente (isso é triste)

3 Pontos chatos sobre CG em animes (computação gráfica)

Eu acho que tenho uma solução pra tudo isso. Percebi que nos animes os cenários são bem ricos em detalhe, diferente de outros tipos de animação. Pensa comigo, se a computação gráfica serve para cortar custos e diminuir o tempo de produção, por que não simplesmente fazer cenários simples mesmo? Tasca um fundo tosco pintado com tinta guache que está tudo resolvido, só não estrague os personagens, porra! Eu estou falando sério? Adivinha…


1. Movimento dos personagens são muito suaves (eu quero gráficos travados cheios de lag com poucos frames, porra!)

3 Pontos chatos sobre CG em animes (computação gráfica)

Não intendeu? Bem, eu tenho uma visão distorcida do mundo… Mas vou tentar explicar (ou não). Todo mundo sabe que o movimento de personagens em CG são muito certinhos e programados, são até suaves, assim dispensando o movimento realístico e imperfeito do ser humano, ou seja, eles parecem mais robôs. Quando me refiro a gráficos travados com lag e poucos frames, é simplesmente a animação tradicional, onde existe imagens estáticas que juntas formam a cena em movimento, que é imperfeita, assim como o ser humano. Eu sou um filósofo, não sou? Diz que sim, me engana que eu gosto <3


Eu quero animação na raça, quero sangue na mão de tanto desenhar!

3 Pontos chatos sobre CG em animes (computação gráfica)

Existe sim animes com computação gráfica muito bem feitos, que mesclam bem o 3D ao ambiente 2D. Mas existem aqueles animes polêmicos que queremos esquecer… Sim, estou falando de Berserk, a animação de Attack on Titan é perfeita, então vamos relevar o titã colossal de olinda. Berserk é uma obra que merecia o tradicional, uma animação bem rustica, isso daria jus ao mangá de Berserk, que é simplesmente uma obra de arte feita na raça (muito sangue na mão!). Bem, tudo que eu disse nada adianta, os estúdios vão continuar usando essa técnica de animação, mas eu digo, a tendencia é melhorar, acredite.


Não abomine o CG; Almeje o equilíbrio

3 Pontos chatos sobre CG em animes (computação gráfica)

See You Space Cowboy...

Danshi-senpai

Olá, sou o louco por trás desse blog. Encontre-me fazendo minhas loucuras na categoria "otakulogia". Se você rir muito, meu objetivo estará cumprido. A insanidade é uma dádiva. Sou louco e busco loucos como eu, sempre comente para eu te conhecer melhor.

Deixe um comentário!